quarta-feira, 8 de abril de 2015

7 Coisas que Você Deve Levar em Conta Antes de Comprar o seu Terreno



Bom dia pessoas, como prometido segue um artigo bem bacana para ajudar vcs na escolha do terreno!

Você acabou de juntar aquela graninha suada e chegou o momento de comprar o terreno onde vai construir a sua casa. Ao procurar nos classificados encontra uma oferta super tentadora que cabe direitinho no seu orçamento. Opa! Não se apresse! A precipitação é a melhor amiga dos maus negócios!

A escolha do local é muito importante, sabe por quê? Por que se escolher errado, vai ser difícil ficar livre dele. Então respire fundo e leia esse artigo até o final. Tenho certeza que vai encontrar dicas valiosas para a escolha do terreno da sua casa.

Quando queremos muito alguma coisa, é muito comum a gente se apaixonar por ela. Seja um carro, uma casa ou mesmo um produto caro na vitrine de uma loja. A paixão é cega, você sabe. Você não vai querer descobrir certas coisas depois que a paixão amornar, não é mesmo? Então segure as emoções e bote a cachola para funcionar!

Os corretores de imóveis são treinados para fazer você tomar uma decisão baseada na emoção, alimentando os seus sonhos e minimizando ou omitindo os pontos negativos de um imóvel. Anote todos os prós e contras de cada local e depois faça uma análise criteriosa antes de fechar o negócio.
Mesmo que você tenha uma memória de elefante não vai conseguir se lembrar de cada local que visitou. Então eu recomendo que você tire muitas fotos do bairro, do terreno e das casas nas imediações. Mais tarde elas vão lhe ajudar a perceber detalhes que sua mente deixou escapar.
Para escolher a melhor opção você vai ter que fazer um pequeno exercício de futurologia. Não tem uma bola de cristal? Não se preocupe, basta responder a algumas perguntas. Eu aconselho que você pegue uma folha de papel e faça uma tabela de três colunas com os seguintes itens :


ITEM    
SIM
NÃO
Segurança


Distância


Infraestrutura


Padrão dos Imóveis


Trânsito


Valor dos Lotes


Área de Risco



Preencha a tabela para cada local que visitar. 
                                      Você pode adicionar comentários que achar relevantes.                                                             

# 1 - Segurança                                       
O local é seguro e longe das áreas de risco da sua cidade? Dependendo da cidade será difícil responder SIM para essa pergunta, mas sempre haverá locais mais tranquilos do que outros.
Vá até o local e observe. Grades nas janelas, muitos dispositivos de segurança e cães de guarda na maioria das casas são indicadores de que o local não é muito seguro. O local é próximo de bairros sabidamente perigosos? O bairro é servido por um serviço de ronda particular?


Grades nas janelas e cães de guarda indicam preocupação com a segurança.


Converse com os vizinhos e comércio local, pergunte sobre roubos e assaltos.
Não existe lugar 100% seguro, mas você deve considerar essa questão na hora de construir sua casa, incluindo dispositivos de segurança no seu projeto.

#2 – Facilidade de Acesso
O bairro onde você pretende morar fica longe do seu trabalho, escola e mercados?
Se você não tem um carro, mas as condições de transporte urbano (ônibus, metrô) forem boas e rápidas, isso não será um problema, caso contrário você vai ficar a pé!
Para tirar a dúvida faça um teste: pegue uma condução de ida e volta para o bairro pretendido, nos horários de pico, e registre o tempo necessário para se deslocar. Dá para carregar uma mochila ou algumas sacolas de compras sem problemas? Se tiver um carro ou moto experimente fazer o mesmo percurso. E aí, sem stress?
Existe mais de uma via de acesso? A via de acesso principal passa por algum um local de eventos, estádio, centro de exposições, universidade, escola que tenha um grande fluxo de veículos? Tudo isso deve ser levado em conta para avaliar a facilidade de acesso.

#3 - Infraestrutura
O local já dispõe de energia elétrica e instalações de água e esgoto? As ruas são asfaltadas?
Ah, mas o corretor disse que logo vão fazer a infraestrutura! Vai arriscar?
Comprar um lote em um local sem infraestrutura pode ser vantajoso em termos de custo, mas o risco é alto. Vários problemas podem atrasar as obras e hoje um muito comum é o embargo por desrespeitos às leis ambientais.
Se o bairro já está urbanizado avalie a qualidade do calçamento, das padarias, mercados, farmácias e outros serviços.

#4 – Padrão dos imóveis existentes
Observe se já existem construções no local onde você deseja comprar o seu terreno. Qual o padrão dos imóveis construídos? Estão de acordo com o padrão que você deseja para a sua casa?
O padrão dos primeiros imóveis construídos tende a ditar a regra dos demais e pode significar a valorização ou desvalorização do seu imóvel. Nesse caso, o melhor é não arriscar. Existem duas coisas que são difíceis de vender: casa de alto padrão em terreno barato e casa e baixo padrão em terreno caro.
As fotos a seguir são de dois bairros contíguos. O primeiro foi urbanizado primeiro e 100% dos imóveis construídos são casas. A maioria das casas é de médio ou alto padrão:

Nesse bairro predominam casas de médio e alto padrão


O outro bairro foi urbanizado alguns anos depois, em um momento de crédito fácil para moradias populares. Resultado: apesar de os terrenos terem o mesmo valor do primeiro, o padrão predominante dos imóveis é de apartamentos mais baratos para se enquadrarem nas condições de financiamento.  

Já neste outro predominam casas e apartamentos simples de preço bem acessível.

#5 - Movimento.
Quando um amigo meu comprou o seu primeiro imóvel em Belo Horizonte, escolheu um bairro super tranquilo, relativamente afastado do centro. Ele havia morado na principal avenida da cidade e queria fugir do barulho e dos preços altos dos imóveis.
Quando mudou-se para lá, era comum ver vacas pastando nos canteiros das ruas. As ruas e avenidas eram estreitas, pois nem a incorporadora dos imóveis podia imaginar o que estaria por vir.
Os baixos preços dos imóveis (90% apartamentos) e a tranquilidade do local atrairam mais 30.000 moradores com as mesmas intenções do que ele. 10 anos depois aquele bairro era mais populoso do que muita cidade do interior.
O bairro tem uma infraestrutura ótima, mas o trânsito é infernal!

Olha só a concentração de prédios!

E o trânsito!
Essas mudanças frenéticas são um tanto imprevisíveis e mais comuns nas grandes cidades. Podem ser resultado da instalação de uma faculdade, por exemplo, que vai atrair muitos moradores. Os carros virão junto. Hoje são pelo menos 2 por família. Isso significa trânsito pesado e dificuldade para estacionar.

#6 - Valor dos Lotes
O mercado de imóveis está muito inflacionado atualmente (este artigo foi escrito em abril de 2015), há quem diga que existe uma bolha imobiliária que pode estourar a qualquer momento. Em algumas cidades, São Paulo, por exemplo, começa a haver uma queda nos preços dos imóveis e uma valorização abaixo da inflação.
Há também quem atribua a alta dos imóveis à facilidade de crédito que existe no momento e aos programas como o “Minha Casa Minha Vida”.
Imagine que você já saiba quanto pretende gastar na construção da casa ou qual a sua capacidade de financiamento. Nesse caso, uma boa medida é que o valor do terreno represente, no máximo, 25 a 30% do valor total do imóvel. 

#7 – Área de Risco
Finalmente outro quesito importante que você deve levar em conta: se no local escolhido há risco de desmoronamentos (terrenos acidentados) ou inundações (baixadas).  Você não vai querer ver todo o seu investimento descendo o morro, vai?
Em dias de bom tempo é difícil avaliar se uma área corre risco de desmoronamento ou inundação. Um terreno estável durante anos pode ser afetado por uma construção recente nas imediações e uma área aparentemente segura pode ficar debaixo d’água após uma tempestade.
Dê preferência a terrenos planos e longe de cursos d’água. Converse com os moradores mais antigos e pergunte se esses problemas já ocorreram.

Espero que tenham gostado!! Breve estarei postando mais artigos, gostaria de receber um feedback se estão gostando e sugestões sobre assuntos que gostariam de ver em nosso Guia de Construção, afinal essa é a Sua Casa!!

Bjos!


4 comentários:

  1. Acho legal avaliar o custo de vida no local, minha sogra mora num bairro nobre (ela é moradora antiga) e o custo é bem mais elevado que no meu bairro (coisas tipo farmácia e padaria)
    http://voceprecisadecor.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Você tem toda razão Camilinha! Além do que você mencionou, qualquer prestador de serviços vai cobrar mais caro de quem mora em um bairro nobre! Fazer o quê né? Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, ótimas análises!
    Parabéns pela publicação.

    ResponderExcluir
  4. Olá...adoramos seu blog! Quando tiver um tempo de uma passada no meu.

    Tenho bastante dicas de como financiar construções usando recurso da Caixa.

    Abraço!

    http://nossacasa2013.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Vou adorar se você comentar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...